A carregar Eventos

 

 

A Fundação da Casa de Mateus retoma, já entre os dias 27 de Fevereiro e 3 de Março os Seminários de Tradução Colectiva de Poesia Viva, iniciados em 1990.

Coordenado pelos poetas Nuno Júdice e Ricardo Marques, o presente seminário debruçar-se-à sobre trabalhos dos poetas irlandeses contemporâneos Theo Dorgan  e Paula Meehan.

Poeta singular, largamente traduzida nas línguas francesa e alemã, Paula Meehan é também dramaturga e explora, desde jovem, uma ligação especial com a música. Theo Dorgan, para além de uma extensa obra em língua inglesa e italiana, foi editor da Rede Europeia de Tradução de Poesia e difusor da literatura em programas de rádio e de televisão.

Entre os poetas tradutores encontramos nomes da poesia portuguesa como Ana Hudson, Ana Luísa Amaral, Fernando Pinto do Amaral, João Luís Barreto Guimarães, Jorge Velhote, José Eduardo Reis, Luís Filipe Castro Mendes, Margarida Vale de Gato, Nuno Júdice e Ricardo Marques.

A Fundação da Casa de Mateus foi membro-fundador da Rede Europeia de Centros de Tradução de Poesia Viva, em 1990 – com a Fondation Royaumont em França e o Tyrone Guthrie Center, na Irlanda.

A tradução colectiva de poesia tem como objetivo promover a tradução de poetas vivos, na sua presença, por um conjunto de outros poetas. Deste trabalho resulta a criação de um novo poema feito coletivamente.

Graças a estes Seminários de Tradução de Poesia, entre 1990 e 2010, foram traduzidos em Mateus mais de 80 poetas de 39 nacionalidades diferentes, muitos deles publicados em livro.

No dia 3 de Março, às 11h30, a encerrar o Seminário, realizar-se-á uma sessão pública de leitura dos poemas, na língua original e em tradução.

 

Para fazer o download do cartaz, clique aqui.