30 de Junho | 19h00

A carregar Eventos

Na imaginação de Brahms

Concerto por António Rosado, piano, Filipe Quaresma, violoncelo e Nuno Pinto, clarinete.

 

A música de câmara pretende alcançar uma cultura musical que transponha para o plano sonoro algo de puramente humano através de uma tradição sempre viva e de um sentido de alta qualidade. Assim introduz Ulrich Michels o tema da música de câmara no século XIX no seu Atlas de Música. Na verdade, a música de câmara encerra em si mesma um paradoxo muito interessante. É, por natureza, uma tradição de prática musical mais intimista, a partir do diálogo a dois, três, quatro, e outros mais instrumentos, em formações de reduzidas dimensões. É um espaço muito próprio e singular da prática e fruição musical, que leva os músicos e o público, como muito poucas outras experiências musicais, à essência da partilha artística desprovida de grandes artefactos e espectacularidades espampanantes.

Tiago Manuel da Hora (NOVA FCSH / INET-md)

Organização:

Art Way

Com o apoio de:

República Portuguesa, Garantir Cultura, Antena 2 e Teatro de Vila Real